A Instituição Evangélico

O Evangélico é o maior hospital particular do Estado do Paraná e um dos mais importantes hospitais do Sul do Brasil. Referência Nacional em diversas especialidades, é resultado de uma ação filantrópica consolidada com tecnologia de ponta, profissionais qualificados, atendimento cristão, expansão contínua, tanto na área de saúde
como de pesquisa.
 
 
O Hospital Universitário Evangélico de Curitiba - HUEC, mantido pela Sociedade Evangélica Beneficente de Curitiba, teve início em 1947, com o lançamento oficial da pedra fundamental para sua construção, cujo objetivo principal era atender pessoas carentes que não tinham onde recorrer para tratar de sua saúde.

Inaugurado em 05 de setembro de 1959, o Hospital Evangélico, ao longo da sua história, ampliou o espaço físico, o número de leitos, a gama de serviços, de equipamentos e ajudou a formar centenas de profissionais em várias áreas.

Hoje é o maior hospital privado e de caráter filantrópico do Estado. Atua em parceria com órgãos públicos através de convênios federais, estaduais e municipais para atendimento à população do Paraná.

Com uma área física de 43.694 m2, o complexo hospitalar oferece atendimento a mais de um milhão de pessoas por ano.

Prestes a completar 50 anos, o Hospital Evangélico continua cumprindo sua missão como instituição de saúde, pois a cada dia inova em tecnologia, instalações, profissionais e novas formas de gerenciamento, buscando sempre a excelência no tratamento médico-hospitalar para a comunidade paranaense.

Hemepar realiza coleta móvel de sangue em frente ao Hospital Evangélico

O Centro de Hematologia e Hemoterapia do Paraná (Hemepar) dispõe de um ônibus especialmente adaptado para realizar a coleta de sangue em vários pontos da cidade. Na próxima segunda-feira (13), o ônibus do Hemepar estará na Alameda Augusto Stellfeld 1908, das 8h às 17h, em frente ao Hospital Universitário Evangélico de Curitiba. Qualquer pessoa poderá fazer as doações.

Para doar é necessário levar a carteira de identidade ou outro documento com foto; estar descansado e bem alimentado; estar em boas condições de saúde; ter entre 16 e 67 anos e pesar no mínimo 50 kg.

Além da doação na unidade móvel, os voluntários ainda podem dirigir-se a sede do Hemepar localizada, na Travessa João Prosdócimo, 145, bairro Alto da XV. Outras informações podem ser obtidas pelo telefone (41) 3262- 7676.

O Hemepar deve ser informado pelo doador que a doação está sendo feita para o Hospital Universitário Evangélico de Curitiba

Precisamos urgentemente de mais doadores de sangue.

SERVIÇO – Nos dias 13/10 , 17/11 e 15/12 o ônibus do Hemepar realizará a coleta de sangue em frente ao Hospital Evangélico, das 8h às 17h.

Clássico Atletiba demonstra apoio à campanha “Ajude o Evangélico”

 Durante clássico Atletiba no Estádio Major Antônio Couto Pereira, no ultimo sábado (4), jogadores do Clube Atlético Paranaense entraram com a camiseta da campanha “Ajude o Evangélico” demostrando total apoio a campanha. O presidente do Clube Atlético Paranaense, Mário Celso Petraglia, prontamente aceitou apoiar a causa.

Os jogadores do Coritiba também reconheceram a importância do Hospital Universitário Evangélico de Curitiba para a sociedade curitibana e paranaense e distribuiram camisetas da campanha aos torcedores. Uma faixa sobre a campanha também foi exibida no intervalo do jogo, com o apoio do presidente do Coritiba Foot Ball Club, Vilson Ribeiro e do presidente da Federação Paranaense de Fulebol, Hélio Cury.

A campanha “Ajude o Evangélico” tem como objetivo arrecadar fundos mediante depósitos em contas bancárias especialmente criadas para este fim para auxiliar no pagamento de despesas do Hospital Evangélico de Curitiba como custeio de enxovais, medicamentos, alimentação e investimentos em equipamentos que permitam a melhoria da qualidade de seus serviços prestados.

Informações sobre as diversas maneiras de doar estão no site www.ajudeoevangelico.org.br

Abrace esta causa. Ajude o Evangélico!

Presidente da Sociedade Evangélica Beneficente de Curitiba, Pb. João Jaime Nunes Ferreira, participando ativamente com seu filho e equipe.

Equipe da Sociedade Evangélica Beneficente de Curitiba exibindo faixa da campanha “Ajude o Evangélico” dentro do gramado durante o  intervalo do Atletiba.

Campanha “Ajude o Evangélico” é lançada com mega abraço ao hospital

 

A chuva deu uma pausa na manhã de sábado (27 de setembro) em Curitiba, e assim, a campanha “Ajude o Evangélico” foi lançada oficialmente durante um ato simbólico de amor que reuniu colaboradores, amigos e autoridades em um mega abraço em torno da sede do Hospital.

 

 

A campanha tem como objetivo arrecadar fundos mediante depósitos em contas bancárias especialmente criadas para este fim para auxiliar no pagamento de despesas do Hospital Evangélico de Curitiba como custeio de enxovais, medicamentos,  alimentação e investimentos em equipamentos que permitam a melhoria da qualidade de seus serviços prestados.

 

 

Segundo o presidente da Sociedade Evangélica Beneficente de Curitiba (SEB), Presbítero João Jaime Nunes Ferreira, a campanha “Ajude o Evangélico” tem como meta atingir um milhão de doadores, pois ela não tem prazo para terminar.

 


“Para continuarmos atendendo a sociedade curitibana e paranaense precisamos da ajuda de todos que puderem fazer sua doação de maneira perene, e não apenas momentânea”, disse João Jaime.

 



Segundo o presidente da SEB, para cada 100 reais gastos no atendimento aos pacientes apenas 67 reais são pagos pelo Estado. “É uma conta que não fecha nunca. Assim, a cada mês o rombo no caixa vai aumentando”.

 


Cerca de 94% dos serviços prestados pelo Hospital Evangélico são destinados aos pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS).

 

 


Compareceram ao evento, entre outras autoridades, o secretário municipal da Saúde, Adriano Massuda (representando o prefeito Gustavo Fruet); o superintendente de gestão de sistemas de Saúde Paulo Almeida (representando o governador Beto Richa e o secretário de Estado da Saúde, Michele Caputo Neto); o presidente da Câmara Municipal de Curitiba, vereador Paulo Salamuni; o deputado federal Dr. Rosinha e o vereador Jorge Bernardi.

 

 

Informações sobre as diversas maneiras de doar estão no site www.ajudeoevangelico.org.br

Residentes do Hospital Evangélico conquistam título de especialista

Residentes do Hospital Evangélico conquistam título de especialista

Os médicos residentes do Hospital Universitário Evangélico de Curitiba, Dr. Igor Yudi Kuradomi e Dr. Rogério Akira Yokoyama, conquistaram neste mês de setembro o título de especialista em Angioradiologia e Endovascular e Cirurgia Vascular respectivamente.

O título foi concedido pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Vascular e ambos realizaram a formação no Serviço de Cirurgia Vascular do Hospital Evangélico, sob supervisão do Dr. Wilson Michaelis, Chefe do Serviço de Cirurgia Vascular, e do Dr. Antônio Lacerda Santos Filho, Chefe da Residência de Cirurgia Vascular. 

Dr. Igor fez toda sua especialização no Hospital Evangélico. Primeiro ganhou o título de especialista em Cirurgia Vascular e agora acrescentou mais um título de especialista em Cirurgia Endovascular.

Dr. Rogério cursou medicina na Faculdade Evangélica do Paraná e hoje conquista o título de especialista através da residência do Hospital Evangélico.

 

Hospital Evangélico celebra culto na semana nacional de conscientização de doação de órgãos e tecidos para transplantes

A Comissão Intra-hospitalar de Doação de Órgãos e Tecidos para transplante (CIHDOTT) do Hospital Universitário Evangélico de Curitiba - HUEC realizou no último dia 25, um culto para celebrar o Dia Nacional de Doação de Órgãos que é comemorado no dia 27 de setembro.

Neste ano, o Governo do Estado através da Secretaria Estadual da Saúde lançou a campanha “Doação de Órgãos. Fale sobre isso”. A campanha tem como objetivo incentivar o cidadão a conversar com os familiares sobre doação de órgãos e deixar claro da sua intenção de ser um doador.

A diretora da Central Estadual de Transplantes do Paraná, Dra. Arlene Terezinha Badoch, esteve presente e falou dos critérios técnicos e do processo democrático de decisão da escolha do receptor dos órgãos. Também enfatizou a importância de preservar a família do doador e o dever que a Central de Transplantes tem com essas famílias.

O diretor da Unidade de Terapia Intensiva e membro da Comissão Intra-hospitalar, Dr. Marcelo Oliveira Santos, falou de todo o processo técnico de constatação de morte encefálica e da importância de desmistificar todo o processo de doação.

O Dr. Luiz Felipe Natel Kugler Mendes, coordenador do Pronto Socorro e também um dos médicos responsáveis pela CIHDOTT, falou da importância do trabalho de toda a equipe para o sucesso da captação. 

A enfermeira coordenadora do CIHDOTT, Maria Josineide Rechetelo Favaro, chamou todos que fazem parte da Comissão à frente para receber o carinho e agradecimento de todos. A responsável pelo setor também apresentou números. Desde setembro de 2013 a equipe da CIHDOTT do Hospital Evangélico captou 86 órgãos e tecidos de doadores.

Durante o culto o Pastor Gilson Schinneman deixou uma mensagem Bíblica do livro de Deuteronômio 15: 12 – 18. 

A estudante e paciente do Evangélico, Rafaela Lorenzon Sferelli, também deu seu depoimento como receptora de pele.  Rafaela passou em torno de quatro meses internada na uti, depois de ter sofrido uma grande queimadura por explosão de vazamento de gás. No encerramento, Sferelli agradeceu ao Banco de Pele, a todos os colaboradores do Evangélico e incentivou a doação de órgãos e tecidos, emocionando a todos.

Sub-categorias